Vanguard Properties vai construir até 2023 dois edifícios contíguos com cinco andares, na Graça, abaixo do miradouro da Nossa Senhora do Monte. Projeto desenhado pela ARX Portugal terá 28 apartamentos, serviços de luxo e parque privado para 63 automóveis.

A promotora imobiliária de luxo, Vanguard Properties, também conhecida como dona da Comporta, vai investir 25 milhões de euros na construção de dois edifícios contíguos ultra premium, com cinco andares, na Graça, em Lisboa.

Ao Jornal Económico, José Cardoso Botelho, CEO da Vanguard Properties, explicou que o projeto com seis mil m2, batizado “Terraços do Monte”, situado na Rua Damasceno Monteiro, será edificado imediatamente por baixo do miradouro da Nossa Senhora do Monte, e prevê a construção de 28 apartamentos com tipologias entre o T1 e o T4.

Dos cinco andares a construir, apenas dois estarão acima da quota da rua, sendo que o projeto terá ainda um conjunto de serviços, como uma piscina comum, ginásio, health club, serviço concierge e ainda um parque de estacionamento privado com capacidade para 63 carros.

“Considerando a qualidade e localização dos Terraços do Monte, acreditamos que este projeto irá atrair elevada procura por parte de uma clientela nacional e internacional, nomeadamente, francesa, belga, sul africanos, e brasileiros entre outros”, realça a Vanguard Properties.

O “Terraços do Monte” foi desenhado pelo ateliê de arquitetura ARX Portugal, que foi o responsável pelo edifício “Castilho 203”, junto ao Parque Eduardo VII, onde se situa o apartamento mais caro alguma vez vendido a Portugal, tendo sido adquirido por Cristiano Ronaldo.

O início das obras está previsto para 2021 e deverão demorar dois anos, terminando em 2023. Em 2021 também se iniciarão as vendas dos apartamentos.

A primeira empreitada será lançada no primeiro trimestre do próximo ano, esperando ser lançado um concurso a oito empreiteiros. Já na próxima semana será lançado o concurso da fiscalização a seis entidades.

Chegada a Portugal em 2017, a Vanguard Properties conta com 18 projetos urbanos e turísticos no seu portefólio em diversas zonas do país, como Lisboa, Algarve, Oeiras e Compra. No total, o investimento em solo nacional realizado pela Vanguard Properties soma os 945 milhões de euros e correspondem a uma área bruta em construção de 884 mil m2.

A Vanguard Properties é o resultado de uma sociedade estabelecida entre um family office europeu liderado pelo investidor franco-suiço Claude Berda e José Cardoso Botelho, gestor com vasta experiência no setor imobiliário nacional.

Fonte: Jornal Económico


0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

PT
EN PT