Trata-se de um ligeiro abrandamento face ao ritmo de crescimento de 2019 (6%), segundo dados da FEPICOP.

A produção no setor da construção deverá crescer 5,5% em 2020. Trata-se de um ligeiro abrandamento face ao ritmo de crescimento de 2019 (6%), segundo as previsões da Federação Portuguesa da Indústria da Construção e Obras Públicas (FEPICOP). Apesar disso, as previsões confirmam a “continuação do ciclo de recuperação que se iniciou em 2017″, depois da “grave e longa crise” que o setor viveu a partir de 2002.

“Para 2020, as previsões da FEPICOP para a produção do setor da construção apontam para a manutenção de uma trajetória positiva, antecipando-se um crescimento de 5,5% para o total do ano”, lê-se no comunicado. Se os números se confirmarem, o setor crescerá 23% entre 2017 e 2020, depois de uma queda acumulada de 60% registada entre 2002 e 2016.

O segmento da construção de edifícios residenciais deverá registar o crescimento mais significativo: espera-se um crescimento de 9% para 2020, com a componente de construção nova a crescer 10%. Ainda no que diz respeito à construção de edifícios residenciais, a componente de reparação/manutenção deverá registar a evolução mais moderada das estimadas desde 2016, com um crescimento de 8%, depois de “vários anos” em que este tipo de trabalhos assumiu “o papel de motor de crescimento deste segmento”, indica a FEPICOP.

Fonte: Idealista


0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

PT
EN PT