Projeto imobiliário “sai do papel” após a aquisição – através de uma parceria internacional – de 26 lotes de terreno.

Chama-se Barreiro Riverside Park e é um projeto imobiliário que promete atrair investidores para a margem sul do Tejo. Trata-se de um empreendimento com 518 apartamentos que será construído num terreno com uma área total de construção de 69.000 metros quadrados (m2). Nasce na sequência da compra de 26 lotes de terreno por parte de uma parceria internacional encabeçada pela Fonciere Azur SA (Capvest Group, sediado na Suíça) e Alain Gross, investidor privado estrangeiro.

Segundo a Antas da Cunha Ecija, que assessorou juridicamente os promotores no processo de compra – assessorou também o grupo suíço Mexto no projeto O’Living –, o trabalho levado a cabo pela equipa liderada por Henrique Moser e Rogério Azevedo abrangeu a realização de uma ‘due diligence’ aos ativos imobiliários, a veiculação societária do negócio, a preparação contratual e o acompanhamento dos investidores no ‘closing’ da aquisição dos 26 lotes de terreno.

“O Barreiro Riverside Park, projetado pelo gabinete do arquiteto Miguel Saraiva, é um projeto imobiliário com características muito apetecíveis, e com uma localização privilegiada, que certamente atrairá para a margem sul do Tejo um investimento bastante considerável”, refere Henrique Moser, sócio coordenador do Departamento de Direito Imobiliário e Urbanismo da Antas da Cunha Ecija, em comunicado.

Fonte: Idealista


0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

PT
EN PT